TEXTOS DO AUTOR

A CORRUPÇÃO MORA AO LADO

Onde se enquadra o ato corrupto de simular formação complementar que você não tem? e ainda para obter vantagem financeira perante o Governo?

A MÃEZINHA DO JUIZ

Em professorinha, o diminutivo inho-inha indica redução no valor moral, intelectual, profissional. Mas ser professorinha no Brasil indica também falta de capacidade financeira. Ou seja, toda professorinha é mal-remunerada...

FISCALIZAÇÃO, JEITO TORTO E CAOS

De um lado: ocupação desordenada do solo. Do outro: AGEFIS, a agência fiscalizadora. E um esboço de solução despido de qualquer fundamento, mas que dá sensação de atingimento dos objetivos. Ou nem isso?

O ETANOL PROIBIDO

O preço do álcool combustível é uma droga no Distrito Federal. O DF é o local do Brasil em que menos se usa o etanol, conforme reportagem do Correio Braziliense. Saiba por quê.

IMERSÃO DIGITAL VERSUS CAROÇO DE JACA

Um contraponto às teorias convencionais sobre a má utilização dos recursos viciantes da tecnologia digital.

PAPAI NOEL E ODEBRECHT, A REVIRAVOLTA NATALINA

Papai Noel ser convocado para depor tremeu as bases do grupo internacional de papais noéis no whatsapp. E o elfo pego com a boca na botija complicou a situação. Indignadas, as pessoas gritaram em uníssono: — Queremos um Natal de verdade!

O FUNDO DO POÇO

Estarmos ou não no fundo do poço, na questão da ocupação desordenada do solo no Distrito Federal, pode ser assunto controverso. O que é líquido e certo é que falta líquido no fundo do poço. E faltam ideias e empenho do Governo.

AGEFIS E INTELIGÊNCIA

Que tipo de inteligência há de se adotar para salvar a AGEFIS da frustração, e o Distrito Federal do caos? A emocional ou a tradicional?

RETICÊNCIAS...

De como esse sinal de pontuação pode dar margem a mil interpretações. Com consequências inimagináveis.

FALSA MODÉSTIA

Ah! como essa característica dele incomodava. Que ingenuidade — ignorava que a toda ação corresponde uma reação. E ele achava que era bullying.

PASSANDO PRO LADO DE LÁ

Reflexões sobre ironias do destino. Ou as programações que fogem ao nosso entendimento, no passar desta para outra vida.

NÃO MAIS A MESMA PRAÇA

As invasões no Distrito Federal seguem seu curso. A AGEFIS tenta contê-las, mas elas são mais rápidas do que a capacidade de resposta. As reservas encolhem. Os espaços públicos também. Até aquela praça de que o Chico Buarque falou.

QUEM SABE O MAL QUE SE ESCONDE...

Despedidas, somente na hora da aterrissagem. Assim a gente fica mais tranquilo. Ninguém sabe, ninguém sabe...

FISCALIZAÇÃO, ACESSIBILIDADE E ALZHEIMER

A questão da acessibilidade em calçadas do Distrito Federal e a impotência (e às vezes incompetência) dos órgãos fiscalizadores, no que se inclui a AGEFIS. E as ações esquecidas.

JOIO E TRIGO

Este é um texto cheio de dúvidas. A começar do título. Não sabia se trigo-joio ou joio-trigo. Optei pelo que me pareceu mais eufônico. Dizem que essa reflexão indica crise existencial.